Modelo Escola de Futebol de Formação Soccer Place/ADDVH

22-02-2015 23:46

 

Formar, educar, treinar e jogar…uma Escola de valores em Amares!

 

Petizes

Traquinas/Benjamins/InfantisIIniciados

ETAPAS DE INICIAÇÃO

Formar, educar, treinar e jogar…de forma desinteressada!

 

              Um Novo Conceito chegou a Amares

 

Aprender a jogar futebol…um caminho para o sucesso

 

INTRODUÇÃO

 

As crianças de hoje não se assemelham às crianças de ontem, pois a envolvência socio-cultural dos tempos de decorrem apresenta-se completamente transformada e modificada. O desporto, e qualquer modalidade que o encerra é uma via de excelência no contributo do crescimento harmonioso das crianças. Desde os tempos mais remotos que o futebol se identifica como uma modalidade que representa uma verdadeira “Escola de valores”, que ministrado de forma harmoniosa, assente em conteúdos psicopedagógicos, potencia o desenvolvimento das capacidades técnicas, táctica, físicas, cognitivas e psicológicas dos seus praticantes.

 

Outrora jogava-se na rua, hoje esse espaço é substituído pelo crescimento desenfreado da “Selva de Betão”. A sociedade evoluiu, e com ela a ocupação dos tempos livres. Assistimos à substituição da atividade física que envolvia e caraterizava os eternos jogos infantis, da apanhada às escondidinhas, ao simples facto de jogar à bola horas a fio com regras improvisadas e adaptadas à realidade do momento. Emergiu e perpetua o sedentarismo, associado à preferência dos mais novos pela ocupação eletrónica, da TV ao telemóvel, passando pelos videojogos… nada é mais como era!

 

A transformação socio-cultural que a nossa sociedade tem vindo a sofrer, tem potenciado de forma abrupta a modificação de hábitos nos adultos e nas crianças. Hoje assistimos à emancipação da mulher para o mercado de trabalho e consequentemente uma redução do tempo disponível para as crianças no contexto familiar tem dimensões preocupantes. Então, grande parte da educação das nossas crianças passou para a responsabilidade de pessoas e instituições na qual se deposita a educação formal e não formal das mesmas.

 

A sociedade atual apresenta-se às crianças envolta em riscos de maior dimensão. O flagelo da criminalidade infantil, os perigos que rua apresenta projetados pelas figuras assustadoras dos “pedófilos”, a exploração sexual de menores, os sequestros e os raptos, o aumento do tráfego automóvel e consequente risco elevado de atropelamentos, a delinquência infantil e juvenil, a oferta banal das substâncias psicotrópicas entre os mais novos refletem caminhos traiçoeiros que se apresentam diariamente às nossas crianças.

 

Como se não bastasse, o sistema de ensino atual apresenta programas intensivos com horários, já no 1.º ciclo das 09H00 às 17H30, revestidos de um aumento substancial de conteúdos a assimilar pelas crianças reduzindo-lhes os tempo de serem verdadeiramente crianças, brincando e brincando para viver harmoniosamente a sua infantilidade.

 

Em face do exposto, temos hoje crianças submetidas a um maior stress, fruto das exigências que lhe são colocadas diariamente, que do meu ponto de vista potenciam comportamentos por vezes pouco compreendidos.

 

Urge então a necessidade imperiosa de refletir sobre esta matéria e criar alternativas para fazer crescer as nossas crianças de forma harmoniosa e aqui surge de forma determinada a importância da prática desportiva como veículo de descontração, relaxamento, sociabilidade, aprendizagem e outros valores que ajudem a colmatar as ausências parentais e os perigos sociais.

 

É então nesta linha de orientação que deve surgir a Escola de Formação Soares Soccer Place, apresentando-se à sociedade, aos pais e às crianças como um verdadeiro complemento no crescimento

 

 

harmonioso das nossas crianças. Nascer e crescer dentro destas ideologias deverá ser o caminho a seguir, evitando a todo o custo procurar crescer contra outras instituições. Creio que todos têm direito ao

seu lugar, demarcando cada um o seu caminho, percorrendo-o fielmente, deixando depois que a sociedade e os pais façam o seu juízo de valor na escolha acertada para o crescimento dos seus filhos.

 

Dentro desta linha a Escola de Formação Soares Soccer Place, pode e vai certamente poder caminhar rumo à potenciação de jovens jogadores, ensinando-lhes corretamente o jogo e a sua prática para que depois ao nível competitivo possam maximizar a aquisição de conhecimentos e de capacidades, tornando-se verdadeiramente competitivos. O fruto de todo o trabalho desenvolvido, deverá ter sempre um princípio, um meio e um fim, excluindo-se a especialização precoce, beneficiando-se o trabalho sustentado e por etapas; perdendo hoje para ganhar mais à frente, tentando levar até aos outros jovens capacitados a todos os níveis que orgulhem e prestigiem esta Escola que se deverá afirmar por fazer verdadeira formação de valores, em detrimento de fazer formação demagógica que é efetivamente o que mais prolífera no futebol infanto-juvenil da região.

 

A IMPORTÃNCIA DA PRÁTICA DA MODALIDADE FUTEBOL PARA AS CRIANÇAS DE AMARES

 

O futebol é sem dúvida o desporto mais praticado no país, sendo excelente propiciador de experiências motoras, assim como ótimo meio para sairmos da rotina e praticarmos atividade física, aspeto tão importante na vida do homem.

 

Outra vantagem encontrada no futebol, é a de que por ser uma atividade coletiva, propicia trabalho de valores afetivos e sociais, de cooperação e solidariedade. Pelo fato do homem conviver em sociedade, é importante que se encontre meios de melhorar sempre mais suas relações, e um desporto como o futebol oferece este tipo de oportunidade para que o convívio seja sempre mais harmônico e prazeroso. O avanço tecnológico da sociedade moderna está cada vez mais facilitando a vida do homem, mas em consequência, contribuindo desta forma para o aumento do sedentarismo (falta de atividade física), que com o passar do tempo acaba causando sérios problemas de saúde, sendo ele, um dos principais agentes para o aparecimento das doenças hipocinéticas (doenças causadas ou agravadas pela ausência de movimentos), tais como: obesidade, hipertensão arterial sistêmica, diabetes, doenças arterioscleróticas e coronárias

 

Na tentativa de encontrar respostas para o motivo deste estilo de vida menos ativo, supostamente podemos atribuir a fatores de entretenimento que não exijam muito esforço físico, como: videogames, programas de televisão, computador, entre outros. Baseado nestas colocações, é de fundamental importância que haja uma geral consciencialização da importância da prática de atividade física, claro que sempre dando preferência para atividades prescritas por pessoas gabaritadas, para assim tomar um efeito realmente de promoção da saúde.

 

O controlo do próprio corpo, com o domínio dos movimentos, é a primeira manifestação inteligente do ser humano. Se uma criança exercitasse sozinha seu próprio físico, sem uma orientação, por menor que fosse, ela iria desenvolver vários movimentos em função de suas necessidades; mas este seria um processo penoso e de baixa eficiência. Por isso é que ela é auxiliada. Estimulada nos seus primeiros esforços, levada a pegar objetos, a se deslocar com suas próprias forças, a descobrir progressivamente suas capacidades físicas, aprendendo a utilizá-la em benefício de suas necessidades, principalmente a da sua própria segurança.

 

Com o desenvolvimento biológico da criança, ela vai conquistando um maior domínio sobre o seu corpo, o que permite que se possa atuar no sentido de aperfeiçoar suas habilidades físicas. É com essa

 

finalidade que surge o desporto como instrumento para a educação integral do indivíduo. Ele contribui para o aprimoramento e aproveitamento integrado de todas as potencialidades físicas, morais, e psíquicas do ser humano.

 

O Desporto Favorece:

 

Desenvolvimento biológico;

Fortalecimento da vontade;

Estímulo às tendências de liderança;

Aquisição de novas habilidades;

Implantação de hábitos sadios;

Emprego útil do tempo de lazer.

 

Contribuição com a Educação Integral Físico:

 

Conservação da saúde;

Crescimento harmonioso e sadio.

 

Moral:

 

Disciplina;

Ética.

 

Social:

 

Desenvolvimento da sociabilidade;

Espírito de equipa, noção de coletividade;

Estímulo às tendências de liderança.

 

Psicológico:

Aquisição de novas habilidades;

Controle das emoções;

Facilitação da aprendizagem;

Melhora seu espírito de superação.

 

Intelectual:

 

Aquisição de conhecimentos específicos;

Familiarização com a ideia de técnicas;

Desenvolve a criatividade.

 

Cada vez mais em nossa vida fica claro e evidente que o desporto, como um todo, se tornou uma necessidade individual e social, uma influência cada dia mais marcante dentro de todas as atividades do homem. O desporto é um templo de saúde, lazer e educação. Ele se destaca pela harmonia de seus movimentos e pela pureza de seus objetivos, e se impõe pela ação que desperta. Produz ação, competição, superação esforço e deste modo, favorece o enriquecimento pessoal. É um extraordinário meio de expressão e revela por oposição, os limites de cada um. Isto explica o porquê do fenômeno desportivo ser eterno no tempo e espaço. Ele supre necessidades fundamentais do homem. O professor deve ser, acima de tudo, um formador de pessoas. Esta é sua missão primária. Seu trabalho deveria ser dividido em três metas: a pessoa; o atleta; o jogador de futebol. O jogador de futebol seria, pela especificação, o nosso primeiro objetivo, mas não é. Colocamos isso como um objetivo importante, mas não o mais importante. Para se conseguir formar um bom jogador, antes precisamos ter o atleta.

 

Este tem que ter consciência de suas obrigações e direitos. Além disso, não sabemos se ele vai seguir no futebol ou se vai mudar de desporto (isto é comum acontecer em todas as modalidades). O que importa é sua atitude como atleta. Agora como saberemos qual aluno ou atleta iniciante se tornará um atleta profissional? E mesmo assim, e depois da sua carreira terminar? O que fazer? É por isso que precisamos formar a pessoa antes de tudo, pois se não acertarmos quem chegará a Seleção Portuguesa ou até mesmo quem continuará a jogar futebol, de uma coisa não escaparemos: o homem.

 

O desporto é um meio de se dar forma a uma fase de preparação para o jogo da vida. Durante o treino as capacidades desportivas dos praticantes devem ser aprimoradas, tanto quanto as suas qualidades de personalidade. Isto obriga o professor tomar a seu cargo a educação do jogador.

 

O relacionamento entre professor-aluno é um dos pontos mais importantes do processo de formação do indivíduo. O professor se torna o amigo, irmão mais velho, confidente, conselheiro, etc. Baseado nisto, seus hábitos são tomados como exemplo.

 

Se o professor fuma ou bebe na frente de seus alunos, criará neles a vontade de imitá-lo. Há alguns casos em que o professor passa mais tempo com o aluno do que os próprios pais, por isso exerce uma influência muito maior em sua vida nesta fase. Além disso, depois de algum tempo, quando você já ganhou a confiança dos pais, há certas coisas que só o professor consegue fazer com que os alunos obedeçam, como estudar ou se alimentar. Os próprios pais se encarregam de pedir.

 

Sociabilização, equilíbrio emocional e moral, espírito esportivo, sinceridade, diversão, criatividade, inclusão, companheirismo, busca pela superação, são todos conceitos que devem ser incutidos nos jovens. Na nossa vida, assim como no desporto, estamos sempre à procura de saúde e lazer, mas também estamos competindo. Competindo na prova de admissão do colégio, no vestibular e no mercado de trabalho. Buscamos a vitória e aprendemos com a

derrota. Nossas sensações se repetem dentro e fora da quadra. Alegria, tristeza, satisfação, frustração, medo, confiança, etc. As relações entre os alunos também devem ser trabalhadas, pois crescendo em coletividade tendem a desenvolver-se mais e melhor para o mundo, aumentando suas qualidades volitivas e intelectuais.

 

 

EFEITOS PSICOLÓGICOS DA INICIAÇÃO ESPORTIVA

 

A iniciação esportiva, dentro do programa de Educação Física, como o próprio nome sugere, é entendida como o momento de familiarização do aluno com o desporto. Para tanto, entende-se que devam ser utilizados jogos pré desportivos já que os mesmos priorizam o lúdico, exigem o mínimo de comportamento tático, técnico e até mesmo físico, utilizando-se de regras básicas que inclusive são passíveis de modificações, dependendo das expectativas dos alunos e da realidade do ambiente vivenciado.

Entretanto, o real de uma aula de Educação Física, comumente, é o uso da competição esportiva, envolvendo classes, turmas e períodos ou escolas, sem uma devida preparação para esse processo. Perpetua-se o objetivo, em sua grande maioria de vezes, de sagrar-se campeão, independente do meio utilizado para isso.

 

Os desportos em equipas são, particularmente úteis, pois integram a criança num grupo, com seu espírito associativo. Desta forma, as derrotas sofridas em conjunto, bem como as vitórias comemoradas juntas reforçam e fortificam uma coesão social útil a vida adulta. Esse é o momento em que o equilíbrio é a palavra-chave: não se pode tender apenas ao estudo, tão pouco a prática esportiva ou mesmo à vida familiar. As atividades precisam ser modeladas de forma a garantir uma qualidade de vida saudável e não ser motivo de novas desordens devido a cargas excessivas.

 

 

Estudos realizados com crianças da faixa etária de 10 a 12 anos comprovam que as pressões sofridas pelos jovens atletas, diante de determinados aspetos, principalmente da liderança dos adultos que as cercam, criarão um entrave que resultará em comportamentos inadequados posteriores, consequentes da dificuldade de saber que orientação seguir: se o pai que grita e gesticula do lado externo das grades ou do professor que interfere no decorrer do acontecimento desportivo.

 

Em uma pesquisa recente, procurou-se identificar os motivos da participação desportiva de 2593 atletas, com idade entre 9 e 18 anos envolvidos com várias modalidades, entre eles o futebol. Os resultados mostram que os principais interesses em praticar desporto são: o prazer e o divertimento, motivo de ordem física (ex.: ser saudável e ficar mais forte), razão de ordem social (ex.: estar com os amigos e fazer novas amizades), motivos competitivos e visibilidade social como por exemplo ter status social, ganhar dinheiro e ser popular.

 

É importante citar que no ambiente escolar e nas iniciações esportivas dos clubes, encontram-se aqueles que têm muita dificuldade de execução, como os que manifestam muita ansiedade e que se descontrolam com facilidade, diante de uma situação esportiva, como também encontram-se aqueles preparados para a competição esportiva, os que já se empenham num nível performativo

ou mesmo aquela clientela que busca a manutenção física, os exercícios e jogos sem compromisso com um futuro esportivo. Os objetivos desta clientela

Iniciantes podem ser os mais variados, porém o tratamento dispensado a eles deve ser de igualdade pelo profissional que os atende

.

Uma outra questão bastante discutida e que mostra posicionamentos diferentes de alguns autores é a atuação da criança no mundo do desporto e sua conduta de respeito às regras pré-estabelecidas. Neste sentido, aponta que as colocações que afirmam que a criança através do desporto aprende que entre ela e o mundo existem os outros, que para a convivência social precisamos obedecer a determinadas regras, ter determinado comportamento; aprendem as crianças, também, a conviver com vitórias e derrotas, aprendem a viver com o esforço pessoal; desenvolvem através do desporto a independência e a confiança em si mesmas, o sentido de responsabilidade, etc

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

REGULAMENTO ESCOLA DE FORMAÇÃO SOARES SOCCER PLACE

Época 2014/2015

Artigo 1º

(Entidade Reguladora)

 

a) ESCOLA DE FUTEBOL SOARES SOCCER PLACEA entidade reguladora da Escola de Futebol é a empresa Soares Soccer Place.

b) A entidade que assegura a gestão Técnica da Escola de Futebol Soares Soccer Place é a Associação de Desenvolvimento Desportivo do Vale do Homem.

Artigo 2º

(Destinatários)

 

A escola de formação Soares Soccer Place destina-se a jovens de ambos os sexos nascidos entre 2000 e 2010.

 

 

 

Artigo 3º

(Objetivos da Escola)

 

1-    Desenvolver nos alunos competências para jogar futebol, apostando igualmente em áreas pedagógicas, como a Nutrição, a Cidadania e o Ambiente.

 

2-    Proporcionar aos alunos um conjunto de atividades de ocupação dos tempos livres que sejam um veículo de aquisição de hábitos de saúde, cultura e lazer.

 

 

3-    Passar os valores e a cultura do futebol desta mesma escola.

Artigo 4º

(Funcionamento)

 

1-    A escola de formação Soares Soccer Place localiza-se em Besteiros- Amares, na Rua Senhor do Areal, n.º 1380. As instalações são constituídas por um espaço privado. A responsabilidade da escola pelos alunos aplica-se em todo o espaço privado, que é constituído por campo de acesso aos balneários, espaço aberto e campos de jogos.

 

2-    A escola de Formação Soares Soccer Place funciona durante 11 meses. A época inicia-se em 01 de Setembro de 2014 e termina em Junho de 2015.

 

 

3-    A escola de formação Soares Soccer Place funciona de 2ª a 6ª feira das 18H00 às 20H15, e ainda jogos ao fim de semana.

 

4-     De segunda a sexta- feira, das 17H45 às 18H30, a escola tem à disposição dos alunos um espaço de mediação socioeducativa, denominado de Espaço Aberto, onde os alunos podem fazer os trabalhos escolares de casa, com orientação e acompanhamento de pessoas licenciadas para o efeito.

 

5-    Interrupções letivas

a-    Férias de Natal:

b-    Férias de Páscoa:

c-    Final das Atividades: 31 de Junho 2015

d-    Feriados Nacionais

 

6-    Apenas é permitido o acesso ao balneário aos encarregados de educação dos alunos nascidos em 2008/2009/2010 e dos alunos nascidos em 2007 até Dezembro desse ano.

 

7-    É obrigatório a utilização do Kit Titãs durante os treinos e em qualquer ação da Escola de Formação Soares Soccer Place (ex. Torneios, jogos de competição ou campos de férias).

 

8-    A instalação dispõe de água potável e está disponível a todos os alunos.

 

Artigo 5º

(Comunicação entre os encarregados de educação e a escola de futebol)

 

1-    No sentido de regular a comunicação entre os encarregados de educação e a escola, sempre que o encarregado de educação quiser transmitir alguma informação relevante ou pedir algum esclarecimento deve, solicitar falar com o Coordenador Técnico.

 

2-    Horários de atendimento aos encarregados de educação: 6ª feira das 17H45 às 20H30.

 

3-    Via email e telemovel, todos os dias a qualquer hora.

 

 

4-    A comunicação da escola para com os encarregados de educação é feita através de correio eletrónico, placar informativo colocado à entrada dos balneários, ou presencialmente.

 

5-    Para o bom funcionamento da comunicação é essencial que os encarregados de educação se certifiquem que o correio eletrónico é corretamente descrito.

 

 

6-    A comunicação entre ambas as partes encarregados de educação e a escola também é possível através do e-mail jpmaiapereira@gmail.com ou do telemóvel 916661223.

 

 

 

 

 

Artigo 6º

(Calendário anual de Atividades)

 

1-    O calendário anual de atividades compreende alguns eventos competitivos sendo estes de vários tipos e envolvendo diversas populações:

 

a)    Competições temáticas: São dirigidas a todos os alunos da escola, como É a Taça das Nações, a Taça da Alimentação, a Taça da Saúde e a Taça do Ambiente.

b)    Soares Soccer Cup: Torneio a realizar nas instalações da Escola, convidando equipas de outros clubes e escolas.

c)    Outras competições: A Escola de Formação Soares Soccer Place, aceitará convites externos para participar em outros torneiros e competições periódicos.

d)    Torneio Futebol de Rua: É um torneio cujo conceito assenta no fomento do “Futebol de Rua” pelo que não há convocatórias, sendo os alunos que têm de constituir as suas equipas e proceder à sua inscrição junto dos seus treinadores. Durante o decurso dos jogos também não há árbitros nem treinadores tendo os alunos de gerir os jogos de forma autónoma. Cada jogo tem apenas um supervisor responsável pela segurança, controle de tempo de jogo e identificação de inconformidades com as Leis do Torneio.

 

Artigo 7º

(Valor da Inscrição e valor Anual)

 

 

1-    Inscrição

 

a-    A 1ª inscrição na escola é de 22€, sendo que as renovações não têm custos adicionais

b-    Sem prejuízo da alínea anterior, caso se verifique que não foi garantido o pagamento da 1.ª inscrição em anos anteriores e se verifique uma renovação, o educando tem de efectuar o pagamento de 22€.

c-    O Kit Titãs, tem o custo de 55€ e inclui fato de treino, equipamento de jogo personalizado e mochila para crianças do escalão de Petizes e Traquinas e Saco para Benjamins, Infantis e Iniciados.

d-    O Kit de treino composto por camisola e calção em poliéster tem o custo extraordinário de 6,50€.

e-    O Centro de Medicina Desportiva é custeado pelos tutores dos alunos no valor de 10€, pagos diretamente à clinica onde é efectuado o exame médico-desportivo.

 

No ato de inscrição devem ser entregues pelo encarregado de educação os seguintes documentos:

b - Fotocópia do cartão único do encarregado de educação, do aluno, e de pessoas autorizadas a sair com o aluno das instalações;

- 1 Fotografia do aluno;

- Ficha de inscrição preenchida;

- Atestado médico que comprove que o aluno possui robustez física para a prática da atividade;

2- Valor anual e mensalidade (11 meses)

Frequência Semanal

Valor Mensal

Valor Anual

Desconto Irmãos

2 +1 (jogo)

20€

220€

-20%

2+1 (jogo) + TPC Acompanhados

25€

275€

-20%

Nascidos em 2000 e 2001

10€

100

_____

 

a-    O valor anual da Escola de Formação Soares Soccer Place pode ser liquidado mensalmente, no bar/restaurante, ao balcão do complexo.

 

b-   O Pagamento da 1.ª mensalidade deverá ser feito até ao dia 08 de Outubro.

 

c-    Os restantes pagamentos mensais deverão ser efetuados até ao dia 08 de cada mês. Em caso de atraso no pagamento da mensalidade, após 10 dias uteis da data prevista, o aluno fica proibido de treinar.

 

Artigo 8º

(Faltas e Desistências dos alunos)

 

1-    As faltas de comparência dos alunos aos treinos, mesmo com justificação de atestado médico, não implicam o não pagamento da respetiva mensalidade.

 

 

2-    A ausência prolongada do aluno, superior a 2 meses, não comunicada e injustificada incorrerá na perda de inscrição.

 

3-    Após ausência superior a 2 meses ou desistência, um aluno que pretenda continuar na escola de futebol, deverá efetuar uma nova inscrição.

 

Artigo 9º

(Perdidos e Achados)

 

1-    A Escola de Formação Soares Soccer Place não se responsabiliza pelo desaparecimento ou deterioração de qualquer objecto deixado pelos alunos nas instalações.

 

2-    Sugerimos que nos equipamentos utilizados pelos alunos seja marcado o seu nome. Aconselhamos também os encarregados de educação a não deixarem que os alunos transportem objectos de valor para os balneários, estará disponível um saco de valores onde estes poderão colocar os seus pertences.

 

3-    Qualquer objecto encontrado nos balneários serão guardados pelo período de 2 semanas até serem reclamados pelos proprietários.

 

Artigo 10º

(Direitos e Deveres dos alunos)

 

Direitos dos alunos:

 

1-    Ser tratado com respeito, tolerância e dignidade por parte de todos os intervenientes em qualquer atividade Soares Soccer Place.

2-    Ver garantida a sua segurança no interior das instalações nos horários e espaços para si estipulados.

3-    Usufruir de um processo de ensino que promova o desenvolvimento das suas capacidades desportivas, intelectuais, sociais e morais.

4-    Ver respeitadas as suas capacidades e o seu potencial evolutivo durante o processo de ensino.

5-    Dispor do apoio e da intervenção do seu treinador para potenciar o seu processo de aprendizagem em todos os conteúdos de cada atividade.

6-    Ser valorizado sempre em primeiro lugar pelo seu empenho e pela sua evolução em detrimento do resultado absoluto do seu desempenho.

7-    Ser informado sobre a organização das atividades Soares Soccer Place, através das informações colocadas ao seu dispor: placards, correio electrónico etc.ª

 

Deveres dos alunos:

1-    Tratar sempre com respeito, tolerância e dignidade todos os intervenientes em qualquer atividade.

2-    Equipar sempre com o kit Soares Soccer respeitando as regras de segurança e higiene, sendo por isso obrigatório o uso de calçado apropriado no treino e nos chuveiros

3-    Usar os materiais de treino apenas com a autorização do seu treinador.

4-    Os alunos devem utilizar de forma mais adequada os materiais e instalações á sua disposição. Caso danifiquem material ou equipamento por uso inadequado serão responsabilizados.

5-    Abandonar as instalações apenas com a autorização do encarregado de educação ou acompanhados por pessoas devidamente autorizadas.

6-    Manter-se informado sobre atividades Soares Soccer Place, comunicadas por correio electrónico, placards etc…

Artigo 11º

(Direitos e deveres dos encarregados de educação)

 

Direitos:

 

1-    Ser tratado com respeito, tolerância e dignidade por parte de todos os intervenientes em qualquer atividade Soares Soccer Place.

2-    Aceder às instalações da Escola de Formação Soares Soccer Place bem como assistir às atividades do seu Educando nos espaços destinados a esse fim.

3-    Aceder ao balneário para auxiliar o seu educando, no caso dos alunos nascidos em 2008/2009/2010.

4-    Ser informado de qualquer alteração ao normal funcionamento das atividades Soares Soccer.

5-    Expor dúvidas ou pedir esclarecimentos pertinentes relativos ao seu educando, devendo para tal dirigir-se ao responsável operacional.

6-    Ser informado sobre a organização das atividades Soares Soccer Place, através de correio eletrónico, placards etc…

 

Deveres:

1-    Tratar com respeito, tolerância e dignidade todos os intervenientes em qualquer atividade Soares Soccer.

2-    Manter actualizado o pagamento das mensalidades do seu educando.

3-    Informar os responsáveis sobre qualquer questão de saúde que possam condicionar a participação do seu educando na atividades.

4-    Não perturbar ou interferir de forma alguma com o desenvolvimento das atividades, seja treinos, palestras, jogos ou outros.

5-    Estimular o seu educando no cumprimento dos seus direitos e deveres enquanto aluno, Soares Soccer.

6-    Manter-se informado sobre as atividades Soares Soccer Place.

 

Artigo 12º

(Segurança dos alunos)

 

1-    Os alunos só poderão sair das instalações acompanhados pelos encarregados de educação, por pessoas devidamente autorizadas, ou através de autorização de o aluno poder sair sozinho.

 

2-    Os alunos só poderão sair sozinhos das instalações se estiverem devidamente autorizados por escrito pelos encarregados de educação. 

 

3-    As instalações são completamente fechadas e dispõe de sistema de vigilância.

 

4-    As instalações do Complexo Desportivo Soccer Place encontram-se seguradas por seguro de responsabilidade civil, garantindo a cobertura em caso de acidente desportivo das crianças (solicitar mais informações via soaresoccerplace@gmail.com).

 

Artigo 13º

(Comportamento dos alunos)

 

1-    Caso se verifique um mau comportamento ou incumprimento dos deveres por parte do aluno no decorrer dos treinos ou ações Soares Soccer Place os encarregados de educação serão de imediato avisados.

 

2-    Caso esse comportamento continue, à direção da escola de futebol reserva-se o direito de excluir o participante não havendo lugar a reembolso do valor da inscrição.

Artigo 14º

(Comportamento dos encarregados de educação)

 

1-    Caso se verifique um comportamento inadequado ou incumprimento dos deveres por parte dos encarregados de educação no decorrer dos treinos, jogos ou outras ações Soares Soccer, à direção da escola de futebol reserva-se o direito de excluir o aluno das atividades letivas, não havendo lugar ao reembolso do valor da inscrição.

 

Artigo 15º

(Premiar bons desempenhos)

 

1-    Os alunos que no final do ano letivo escolar atingirem os melhores resultados em conjugação com os resultados desportivos individuais, através de uma tabela de cálculo própria, irão ver o seu desempenho reconhecido e premiado com viagem à cidade espanhola de Barcelona, visitando o Camp Nou com visita pedagógica ao museu do mesmo clube, tendo o privilégio de receber o prémio no relvado. Serão premiados os três primeiros classificados os alunos de todos os escalões.

 

 

Artigo 16º

(Entrega de Rifas e compromisso coletivo de angariação de fundos)

 

1-    Para a consumação do dos conteúdos referidos no Art.º 15, é de todo imprescindível que todos colaborem na efetivação do mesmo. Assim em meados da temporada desportiva, será entregue a todos os alunos, dos escalões enumerados no n,º 2 do Art. 15.º e aos professores, uma caderneta com 15 rifas, os quais terão de vender as que conseguirem e puderem, com prazo até 10 de Abril de 2015.

 

2-    A totalidade dos fundos obtidos serão canalizados por inteiro, para suportar os custos associados às viagens dos premiados na visita pedagógica a Espanha de dois dias, bem como dos seus professores que os acompanharão.

 

 

 

 

 

Artigo 17º

(Alterações e Casos Omissos)

 

1-    Este Regulamento poderá ser alterado em qualquer altura pela coordenação da Escola, devendo a mesma informar todos os Encarregados de Educação das alterações efetuadas;

 

2-    Todos os casos omissos serão resolvidos pela Coordenação da Escola.

 

Aquilo que conduz cada criança à Escola de Formação Soares Soccer Place é a paixão pelo futebol e isso será sempre alimentado por nós seja em que contexto for.

Estamos certos que dentro do nosso complexo o seu educando encontrará excelentes condições de aprendizagem, num ambiente lúdico de conforto e segurança.

Agora que integram este projeto, estamos “Juntos no mesmo sonho!”

Contamos com o vosso bom senso e colaboração!

 

O diretor

François

O coordenador Técnico

José Pedro